Voltar ao site

Economia Criativa ganha documentário inédito e reforça potência criativa do Brasil

Média-metragem idealizado por Lucas Foster percorreu todas as regiões do país para mostrar o impacto social, econômico e cultural do empreendedorismo criativo nacional.

· Cidades-co

De Caxias do Sul a Manaus, passando por Salvador, Rio de Janeiro e Brasília. O documentário BRASIL CRIATIVO.DOC viajou o Brasil para contar a história de empreendedores que contribuem para o desenvolvimento da Economia Criativa brasileira. Dividido em episódios, o documentário apresenta a trajetória de doze empreendedores e negócios vencedores da terceira edição do Prêmio Brasil Criativo, a premiação oficial da Economia Criativa brasileira.

O projeto retrata a diversidade das iniciativas e a potência da criatividade do povo brasileiro através de criações e inovações em diversas áreas como arquitetura, design, moda, publicidade, games, tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, música, expressões culturais, patrimônio, editorial e artes cênicas.

Entre as histórias, está a do empreendedor Marcelo Rebelo, idealizador do Cidades.Co, de São Paulo, que venceu o Prêmio Brasil Criativo na categoria arquitetura.

"Para nós, foi muito importante esse reconhecimento através do Prêmio Brasil Criativo. É uma validação de que nosso trabalho é de fato relevante para a sociedade, e a confirmação de que estamos no caminho certo.", declara Marcelo Rebelo.

Fotos da premiação

O média-metragem traz diferentes abordagens da Economia Criativa em cada episódio, além da participação especial dos curadores e jurados, entre eles Tiago Yonamine, fundador da plataforma Trampos.CO, Bárbara Almeida, fundadora da Dress & Go, Hamilton Berteli, vice-presidente da IBM, Mariana Ribeiro, ex-coordenadora da Secretaria de Economia Criativa do Ministério da Cultura e Cristian Cunha, diretor de relações institucionais da Escola Britânica de Artes Criativas.

O documentário idealizado por Lucas Foster, referência nacional em Economia Criativa, foi dirigido pelo jovem diretor Kaio Garcia, vencedor em 2014 da premiação Narrativas do Brasil, concedida pelo YouTube Brasil e considerado uma das promessas da nova geração de diretores brasileiros.

"O Prêmio Brasil Criativo tem como missão fortalecer o ecossistema criativo do nosso país e nós acreditamos na importância do audiovisual como uma poderosa ferramenta de inspiração e exportação do talento e do potencial criativo dos nossos empreendedores. Depois de ter recebido a chancela do Ministério da Cultura e o apoio institucional da UNESCO, tínhamos a certeza que era a hora de levar as histórias dos empreendedores criativos brasileiros para o mundo.", afirma Lucas Foster, idealizador do Prêmio Brasil Criativo.

A iniciativa recebe, desde 2014, o patrocínio institucional da 3M do Brasil e, nesta edição, contou com o apoio do Mercado Livre, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

"A 3M abraçou o Prêmio Brasil Criativo desde o início pela visão maravilhosa de promover a economia criativa e valorizar os talentos brasileiros. O documentário com histórias emocionantes é um sonho que semeará no mundo a inspiração de valores que a 3M vive, como criatividade, colaboração, empreendedorismo e sustentabilidade”, afirma Luiz Serafim, Head de Marca da 3M.

A Economia Criativa é um setor estratégico para o desenvolvimento e para a inovação da economia brasileira. Segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), o PIB Criativo foi responsável por 2,64% do total, gerando mais de 1 milhão de empregos através de 260 mil negócios formais.

"A inovação, o empreendedorismo e a tecnologia fazem parte do DNA do Mercado Livre, de forma que temos orgulho de contribuir para o reconhecimento e fortalecimento da economia criativa no Brasil", afirma Laura Motta, Gerente de Sustentabilidade do Mercado Livre.

Ao longo de três meses, o Prêmio Brasil Criativo recebeu 585 inscrições, com 275 projetos habilitados para a fase classificatória e com 36 projetos finalistas em doze categorias da premiação. As categorias contemplam diversos segmentos criativos abarcados pela definição de Economia Criativa, feito pelas Nações Unidas em suas publicações periódicas.

O documentário, gravado antes da Pandemia do novo coronavírus, visitou todas as cidades em que os vencedores criam seus projetos para entender a realidade de cada empreendedor e poder retratar da forma mais verdadeira e sensível, dificuldades e as conquistas destes brasileiros.

"Poder viajar o Brasil e conhecer pessoas que fazem a diferença no meio em que estão inseridas é algo muito gratificante. Coloquei meu olhar e coração nesse projeto para transmitir um pouco do que pude vivenciar, para que todos pudessem não só ver, mas realmente se inspirar e sentir o quão lindo é esse Brasil Criativo.", declara Kaio Garcia, diretor do documentário.

O documentário ainda faz uma homenagem ao jornalista Gilberto Dimenstein, diagnosticado em 2019 com um câncer no pâncreas, vindo a falecer em maio de 2020, aos 63 anos e considerado por Lucas Foster, a primeira pessoa que acreditou na ideia do Prêmio Brasil Criativo.

Na categoria Arquitetura, o projeto vencedor foi o Cidades.Co, uma plataforma de engajamento para que as pessoas possam exercer seu protagonismo social tornando espaços mais humanos e acessíveis. Festival do Teatro Brasileiro foi o projeto vencedor da categoria Artes Cênicas, com um festival que percorre o Brasil para difundir a cultura do teatro há mais de 20 anos. O vencedor da categoria Música, foi o Cultura Hip Hop nas Escolas comandado por Chiquinho Divilas, que usa o hip hop para democratizar a arte nas escolas públicas. A categoria Patrimônio teve como vencedor o Acervo da Laje, um acervo de arte sobre o subúrbio ferroviário de Salvador, que também expõe e divulga artistas da periferia da capital baiana.

Um banco de imagens online voltado para a representatividade LGBT+, esse é o Tem que ter, vencedor da categoria Publicidade. A representatividade também está nas histórias do ter.a.pia, canal do YouTube vencedor da categoria Editorial, onde mais de 60 histórias de vida diversas foram contadas enquanto as pessoas lavam a louça. O vencedor da categoria Expressões Culturais foi o Elo7, uma plataforma marketplace para venda de produtos autorais de criadores de todo o Brasil. JuicyBazar, vencedor da categoria Moda, é um bazar de roupas que trabalha a economia circular na região da Baixada Santista, no estado de São Paulo.

A categoria Design teve como vencedor o Setor WLAB, um laboratório pop-up que alinha codificação criativa com eletrônica têxtil. O vencedor da categoria Audiovisual foi o Game Jam +, uma copa do mundo de desenvolvimento de jogos independentes nascida no Brasil. Giulia para Surdos, vencedor da categoria Pesquisa e Desenvolvimento, é um app que traduz placas, embalagens e sinais de locais públicos de lazer e turismo para libras. A categoria Tecnologia da Informação teve como vencedor o projeto Inventeca StoryMax, que deixa a leitura mais atraente para crianças e adultos através de app books.

O BRASIL CRIATIVO.DOC, primeiro documentário exclusivo sobre a Economia Criativa brasileira será lançado oficialmente no dia 08 de setembro de 2020, às 17 horas, no canal @historiasdeterapia, no Facebook Watch e contará com os influenciadores Lucas Galdino e Alexandre Simone como anfitriões.

Assista aqui ao nosso episódio:

Serviço: Lançamento oficial do documentário BRASIL CRIATIVO.DOC

Estreia: 08 de setembro de 2020, às 17 horas, no canal @historiasdeterapia do Facebook Watch

Apresentação: Lucas Galdino e Alexandre Simone.

Vencedores/Episódios:

Cidades.co (Arquitetura/Cidades para pessoas) - www.cidades.co

Festival do Teatro Brasileiro (Artes Cênicas/Festivais que Transformam) - http://www.20.festivaldoteatrobrasileiro.com.br

Game Jam Plus (Audiovisual/Jogos Independentes) - www.gamejamplus.com

Setor WLab (Design/Wearables) - www.instagram.com/setorwlab/

ter.a.pia (Editorial/Creators que inspiram) - www.facebook.com/historiasdeterapia

Elo7 (Expressões Culturais/Artesanato Digital) - www.elo7.com.br

JuicyBazar (Moda/Marcas que preservam) - www.juicybazar.com.br
Cultura Hip Hop nas Escolas (Música/DJ do Ano) - www.instagram.com/chiquinhodivilas/

Giulia para Surdos (P&D/Patente dos Sonhos) - https://projetogiulia.com.br/

Acervo da Laje (Patrimônio e Artes/Quero museu vivo) - www.acervodalaje.com.br

Tem que ter (Publicidade/Freelancer de respeito) - www.temqueter.org

StoryMax (TIC/Apps que educam) - www.storymax.me

SOBRE LUCAS FOSTER

Lucas Foster é psicólogo e especialista em criatividade e economia criativa. Desde 2010, lidera programas de fomento e incentivo ao empreendedorismo e ao comportamento criativo em parceria com organizações nacionais, internacionais e agências do sistema ONU.

É idealizador do Prêmio Brasil Criativo, reconhecido como a premiação oficial da Economia Criativa brasileira e criador e responsável pela realização global do Dia Mundial da Criatividade

Entre parceiros e clientes estão UNESCO, UNOPS, órgãos governamentais do Reino Unido, Holanda e Dinamarca, grandes empresas e organizações sem fins lucrativos como Google, 3M, DuPont, Mercado Livre, Fundação Lemann, Sebrae Nacional e Endeavor.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK